FACTORES PSICOLÓGICOS ASSOCIADOS À PRÁCTICA DO ALPINISMO: UM ESTUDO DE CASO ÚNICO

  • Mário Neves
  • Joaquín Dosil Díaz
Palabras clave: Alpinismo, expert, competências psicológicas, estratégias psicológicas

Resumen

Este trabalho tem por objectivo conhecer e identificar os principais factores psicológicos associados à prática do Alpinismo através do estudo de um expert na modalidade. Ao optarmos por um estudo de caso único como estratégia de
investigação, procuramos analisar de uma forma profunda e exaustiva um praticante de elite, do sexo masculino, com elevado compromisso com a modalidade e largo currículo e experiência, sobretudo, no Alpinismo de Altitude, nomeadamente nas montanhas dos Himalaias. A recolha de dados foi realizada através duma entrevista de investigação, em profundidade e semi-estruturada. Os textos resultantes da transcrição foram formatados e introduzidos no programa de análise de dados qualitativos Nud.ist 6.0. Os principais resultados revelam a Motivação Intrínseca, o Compromisso e a
Autoconfiança como as competências psicológicas mais destacadas pelo alpinista. Os motivos principais que o levam a praticar o alpinismo parecem ser a Auto- Superação e o Desafio da Acção. A Experiência Pessoal surge como uma variável
que tem uma influência relevante sobre a maioria das competências psicológicas, tais como o Controle Emocional, a Auto-Confiança ou a Tomada de Decisão. De uma forma geral, as competências e características psicológicas associadas ao
nível de expertise no desporto, coincidem com as competências reveladas pelo alpinista estudado.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Mário Neves
ISMAI - Instituto Superior da Maia , Departamento de Educação
Física e Desporto, Portugal
Joaquín Dosil Díaz
Faculdade de Ciencias da Education e do Deporte, Departamento de Psicología Evolutiva e Comunicacion, Universidad de Vigo
Sección
Artículos